...

Por vezes, quando pensamos ver uma luz ao fundo do tunel chegámos à conclusão que afinal era um comboio. Um comboio de emoções, que nos atropela e depois nos deixa prostrados. Depois da sua passagem, depois ... A escuridão volta, mais negra que nunca.

Não servimos sequer de apeadeiro, a luz aproxima-se, acreditamos e no momento seguinte estamos na escuridão com marcas daquela tão fugaz passagem...

publicado por Alexandra às 19:18
link do post | comentar | favorito