Quinta-feira, 29 de Janeiro De 2009

Só peço para viver

Neste momento dizem para tentar ter um nivel de vida básico: comer, dormir e estudar. Mas não consigo, porque a cada momento paro para pensar. Para pensar no que não vivi, no que quero viver, no que não me deixam viver. 

I'm going crazy 

Por favor deixem-me viver, sem a culpa que me fazem sentir. Eu apenas quero sentir aquele conforto daquela amena cavaqueira, aquela alegria das decisões espontâneas e vindas do nada. Não peço muito. Só peço para viver...

publicado por Alexandra às 18:31
link do post | comentar | favorito

?

Neste momento sinto falta de um abraço.

Um abraço sentido, com sentido, que diga tudo o que as palavras não são capazes de expressar.

Neste momento preciso de ti. Mas não sei quem és. Pergunto-me muitas vezes se não viverás apenas na minha imaginação.

publicado por Alexandra às 18:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 20 de Janeiro De 2009

Dizes que sou má

De repente, dou conta que espero aquela hora em que falas comigo. Quando isso não acontece, quando não existe essa ansiedade, espero na mesma e falámos. De coisas banais, de coisas "profundas", falámos de tudo um pouco. Dizes que te sou especial, mas logo a seguir dizes que sou má. Tens razão. Porque apesar de tudo não serei capaz de retribuir tudo aquilo que inadvertidamente, ou não, fazes por mim. Devolveste-me uma esperança quase perdida: a de poder significar algo para alguém. Não imaginas o quanto isso foi importante. Isso tornou-te especial para mim, mas não nos termos em que gostarias, que eu gostaria. Por isso sou má, porque não sou capaz de fazer por ti tanto como fizeste por mim. Por isso sinto-me má.

Mas serei tua amiga, considero-te um amigo e continuaremos as nossas conversas, independentemente de onde nos encontrar-mos. Estarei aqui para te ouvir.

 

PS: Se algum dia leres isto, desculpa por mais uma vez a coragem ter faltado entre nós.

 

Ás vezes só conseguimos estar bem com a nossa consciência quando se exterioriza o que vai na alma.

publicado por Alexandra às 20:00
link do post | comentar | favorito

Ser feliz é...

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não me esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo e que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios,

incompreensões e períodos de crise.

 

Ser feliz é deixar de ser vítima dos

problemas e tornar-se um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

 

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

Fernando Pessoa

 

Li isto e algo iluminou-se, uma luzinha no fundo do tunel. Alguns consideram Fernando Pessoa um louco, para louco sabia escrever. Ainda hoje, passados todos estes anos e já não estando entre nós, conseguiu abrandar este tumulto que me tem assolado. Esta dúvida e insegurança.

Passarei a escrever a minha própria história, sei que não estou só nesta caminhada que é a vida. Serei capaz de encontrar esse oásis quando tudo for deserto. Arriscarei ouvir um não e estarei atenta a todas as criticas, para poder melhorar enquanto pessoa. Admitirei os meus defeitos e todas as dificuldades que aparecerem serão parte de mim, mas com elas aprenderei. Aprenderei muito, aprenderei a ser EU.

Porque o que interessa é ser feliz, comprometo-me a ser feliz.

 

 

música: Balancé - Sara Tavares
publicado por Alexandra às 18:17
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 08 de Janeiro De 2009

Pensamento do dia

Alguém com mais sabedoria do que eu há uns dias decidiu falar de relações amorosas. A conversa pode resumir-se a este pensamento:

"No inicio é só tesão, só passados algum tempo é que vem o verdadeiro amor."

Com isto pergunto-me: Será por isso que algumas relações acabam passado pouco tempo? Será que depois de passar aquela emoção dos primeiros tempos chega-se à conclusão que afinal aquele ou aquela não é o ou a tal?

Talvez nos deixemos iludir por alguma coisa que não sabemos bem definir e depois... depois acaba a magia. Ou então há uma espécie de clique e vem o "Happily ever after"...

Qual a vossa opinião?

música: Nunca me deixes - Da Weasel
publicado por Alexandra às 11:05
link do post | comentar | favorito
Sábado, 03 de Janeiro De 2009

100 bpm

A frequência cardíaca está acelerada. Devia ser mais simples escolher entre o sim e o não. O sim trás um mundo inexplorado, cheio de aventura onde habitam momentos diferentes... e a possibilidade de rejeição, pelo outro, pelo mundo.

O não mantém tudo como está, sem surpresas e deixa-nos a pensar "E se tivesse escolhido a outra opção?". A dúvida fica a dilacerar-nos eternamente, o medo da rejeição, do que é o novo, cresce até tomar proporções gigantescas, criam-se barreiras que nos afastam do mundo. Ficamos cada vez mais longe dos outros e de nós próprios.

O medo de sofrer causa mais dor do que a rejeição que hipoteticamente poderia existir.

Se o arrependimento matasse... O arrependimento não mata...instantaneamente. Mas vai acabar por matar a pessoa que existe em nós.

Há que arriscar... Mas o sim e o não continuam a lutar dentro de mim. E eu não sei o que fazer, ou sei, mas tenho medo de arriscar.

 

publicado por Alexandra às 20:23
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

últ. comentários

  • ADORO-TE!! De toda a gente não podia ter arranjado...
  • PS- aproveita ao máximo esta semana de, como eu co...
  • (PARA PUBLICAR SE ASSIM DECIDIRES) Carta a uma af...
  • Ter noção dos erros já é um grande passo, admiti-l...
  • Todos os comentários são bem-vindos ;) ás vezes é ...
  • Olá, espero que o meu coment seja bem-vindo.. Bem....
  • Quando parece que não temos razões para existir, p...
  • quando eu arranjar a coragem necessária...mas não ...
  • trenga :D Eu, tu e ela.. 3 trengas..formando aquel...
  • temos poetisa...maninha poetisa :Dmt bem.. :)tá mt...

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro