Sábado, 27 de Dezembro De 2008

...

Este Natal foi diferente, sem dúvida... O que pedia era uma surpresa e tive. Não veio no dia de Natal, foi vindo aos poucos, ou só me apercebi aos poucos. Este Natal trouxe algo que julgava perdido. Reaprendi o significado da familia, do quanto são importantes para mim, do quanto gosto deles. Reaprendi o significado dos amigos, a familia que nos damos ao luxo de escolher e apercebi-me que este ano e pouco tem sido dos melhores tempos que tenho vivido. Devo isso à minha familia, mas também aquelas duas trengas que me acompanham.

Reaprendi, durante todo este ano, a viver, a rir e a sonhar. Aprendi que os sonhos podem ser realidade, basta fazer por isso. Aprendi que quando não há planos gozamos mais e somos surpreendidos. Aprendi que para viver não basta estar vivo, também é preciso estar aberto ao mundo. É preciso saber arriscar. Neste ano, comecei a ver o mundo doutra forma. Deixou de ser cinzento, passou a ter todas as cores. Todas as cores, porque quando se anda à descoberta podemos cair e magoar-nos e isso também aconteceu. Mas o que não nos mata, fortalece-nos. E foi o que aconteceu, fiquei mais forte (ficámos as três :p).

Para o novo ano, para cada dia desta vida peço que a descoberta, a aventura, o sonho, o riso e a música continuem...

sinto-me: Happy
música: Lisboa não é a cidade perfeita - Deolinda
publicado por Alexandra às 11:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro De 2008

Sentir (2)

"(...)Ninguém compreende de onde vem a raiva ou porque é que ela existe, tal como ninguém compreende a felicidade ou sabe a sua verdadeira origem. Os sentimentos são assim, e se porventura os conhecêssemos, compreendêssemos, soubéssemos a sua origem poderíamos controla-los e aí deixariam de ser sentidos, deixaria de existir os sentimentos (...).Os sentimentos, todos eles, existem não para serem compreendidos, mas sim para serem sentidos e vividos. É isso que os torna no que são."

publicado por Alexandra às 12:23
link do post | comentar | favorito

Palavras

Necessidade de falar, comunicar

Expressar ideias
Dizer coisas bonitas
E outras bem feias.
É uma torrente, uma enxurrada
De onde veio?
Não sei,
Não dei por nada.
Quando calo,
Ou deixo de ouvir falar
Não sei o que acontece
Começo a desanimar
É uma bóia de salvação
Á qual me agarro fortemente
Em palavras expressar o coração
Para poder salvar a mente.
 
 
                                   01/04/2008
publicado por Alexandra às 12:13
link do post | comentar | favorito

...

Olhando á volta desconfiando

Ou observando distraidamente
Sempre apenas desejando
A presença de alguém ausente
Vivendo o futuro e o passado
Esquecendo o tempo presente
publicado por Alexandra às 12:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Dezembro De 2008

Sentir

Sentir…. O que é isso? Sentir o que não é material, o que não é palpável? Como o coração aos pulos, como sentir a presença de alguém ausente, para todo sempre ou nem tanto. O que nos garante que não são devaneios da mente? Devaneios de quem vive neste mundo louco, mas fascinante. Horrível, mas ao mesmo tempo maravilhoso. Este mundo que é oposto a si mesmo.

 

 

23-06-2008

 

publicado por Alexandra às 18:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Brisas

A brisa acaricia suavemente a aspereza do meu ser.

É como se fosse a primeira vez.

Doce veludo aconchegante.

Fala levemente aos meus ouvidos, conta-me histórias que podia ter vivido, outras que poderei vir a viver.

Inspira-me.

Expiro, num suspiro profundo, sentido

Sem sentido,

Sem razão

Mas que falou ao coração antes de conhecer o mundo.

Esta carícia suave capaz de acalmar a mais perigosa das feras, o mais agitado dos corações.

Relembra o passado, e diz-nos que há um futuro sorridente ou nem tanto.

publicado por Alexandra às 18:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
28
29
30
31

últ. comentários

  • ADORO-TE!! De toda a gente não podia ter arranjado...
  • PS- aproveita ao máximo esta semana de, como eu co...
  • (PARA PUBLICAR SE ASSIM DECIDIRES) Carta a uma af...
  • Ter noção dos erros já é um grande passo, admiti-l...
  • Todos os comentários são bem-vindos ;) ás vezes é ...
  • Olá, espero que o meu coment seja bem-vindo.. Bem....
  • Quando parece que não temos razões para existir, p...
  • quando eu arranjar a coragem necessária...mas não ...
  • trenga :D Eu, tu e ela.. 3 trengas..formando aquel...
  • temos poetisa...maninha poetisa :Dmt bem.. :)tá mt...

mais comentados

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro