Sentir (2)

"(...)Ninguém compreende de onde vem a raiva ou porque é que ela existe, tal como ninguém compreende a felicidade ou sabe a sua verdadeira origem. Os sentimentos são assim, e se porventura os conhecêssemos, compreendêssemos, soubéssemos a sua origem poderíamos controla-los e aí deixariam de ser sentidos, deixaria de existir os sentimentos (...).Os sentimentos, todos eles, existem não para serem compreendidos, mas sim para serem sentidos e vividos. É isso que os torna no que são."

publicado por Alexandra às 12:23
link do post | comentar | favorito